Domingo, 13 de Fevereiro de 2011

Língua de Camões é igual às outras

 

Foi na passada terça-feira que Luís Vaz de Camões revelou ao mundo a sua língua.

- Isto de haver tanta gente a querer usar a minha língua tem de parar! É um órgão muscular como qualquer outro, nem grande nem pequeno!

Esta atitude motivou uma forte reacção inversa por parte de Cervantes que terá declarado: eu, que tenho uma língua bem maior do que a daquele zarolho, sou sempre esquecido no Guiness Book!

publicado por Paulo Colaço às 03:56
link do post | disparatar
5 disparates:
De pessoa que ficou à espera... a 13 de Fevereiro de 2011 às 04:09
Caro Cervantes, não me é difícil de acreditar.
O senhor Guiness Book é muito esquecido.
Há dias marcámos jantar e escusado será dizer que tive de comer sozinho porque esse cavalheiro não apareceu.

De Guiness a 14 de Fevereiro de 2011 às 16:45
Não perceber que livro meu tem ver com história esta!
De Livro do Guiness a 14 de Fevereiro de 2011 às 23:58
Eu não ser teu livro.
Eu não ser um Elfo Doméstico.
Eu ser livro livre!
De Linguista a 15 de Fevereiro de 2011 às 10:21
Apesar de não ter tido tempo de aprofundar este assunto,posso desde já dizer que a língua de Camões não é igual às outras. As papilas gustativas estavam numa posição diferente do habitual e a cor também não me parece muito comum.
De Linguista a sério a 17 de Fevereiro de 2011 às 00:21
O senhor linguista que comentou anteriormente fez um comentário tão pouco técnico que poderia ter sido feito por um carpinteiro ou por um almocreve.
Deve ter estudado na Moderna ou na Independente.

disparatar

Nascido nos inícios do Séc. XVII, Ibn von Faize, Conde de Marraquexe, escreve diariamente sobre a loucura deste mundo.
Apenas alguns texto são suficientemente plausíveis para publicação.
Não são estes!
Paulo Colaço,
Biógrafo Oficial

.Ego e Alter Ego

.Pesquisa

 

.Série Gold

. Setembro 2015

. Novembro 2013

. Fevereiro 2013

. Agosto 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Agosto 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.Disparates Recentes

Os números são eu?
Números são infinitos
Sei que não falaram de mim mas aproveito esta opor...
Peço desculpa por discordar de Ibn von Faize mas a...
... e fala à jogador de futebol...
Se a Moda pega? A Moda toma banho, okey????!!!!
Se a moda pega, avisem-me! É que eu nunca estive n...
Bem vindo de volta caro Ibn! Já tinha saudades sua...
Esta é a verdadeira razão pela qual começámos a pe...
Ganhou a barba por equivalencias. Ou então ...
Está explicado o mistério do turista que vive no b...
Mil perdões, só agora, quando cheguei da festa da ...
Estando de férias na Comporta, não tinha ainda vis...
Há vários séculos atrás, houve um chinelo a quem l...
Eu não sou uma bota a sério mas até eu sei que os ...
Só um salsinha de um mocassim para andar com um at...
Ok, fico satisfeito pelo nó cego, mas é incrível c...
Meus caros, podem engolir tanto em seco como em mo...
Só jornalistas tendenciosos dão especial destaque ...
Bem, cada um aborda o ângulo que lhe interessa mas...

.Parvoíces de Sucesso

.Análise Google

.subscrever feeds